Casamentos Babies & Kids 15 anos
Topo

Navegue como ou

Dicas para quem quer ter parede de tijolinhos em casa

capa

As paredes de tijolinhos têm aparecido com frequência em decorações contemporâneas de estilos variados – do industrial ao mais moderninho. Mas o tema ainda pode render algumas dúvidas técnicas! Pensando nisso, falamos com o arquiteto Nildo José, que deu boas dicas:

– Você indica alguma alternativa para quem deseja o efeito dos tijolinhos sem precisar fazer reforma?

Atualmente, há uma série de opções que evitam grandes reformas, como papéis de parede, revestimentos cerâmico e até adesivos, mas, confesso, nada se compara ao charme do tijolo original.

– É possível apenas revestir a parede original da casa ou apartamento?

Sim! Hoje em dia, temos tijolos com 1 cm de espessura que funcionam perfeitamente para esses casos e deixam a parede com o mesmo aspecto final.

– Quais as principais diferenças entre os acabamentos – resina, cal?

Esses dois finalizadores são usados com o mesmo objetivo: impermeabilizar e proteger. O acabamento mais popular é o cal (1 lata de cal + mistura de cimento e água+ areia peneirada), aplicado nas juntas dos tijolinhos. A seguir, aplica-se a mistura mais diluída nos próprios tijolos, que depois são lixados e impermeabilizados com silicone. Nesse acabamento, temos um efeito mais rústico e esbranquiçado. As resinas acrílicas à base de solvente oferecem maior durabilidade, mas escurecem a superfície, então é bom testar antes para decidir a cor desejada. Existem vários tipos de resina, que podem causar efeito brilhante, semibrilhante, fosco ou acetinado na parede. A resina, ao contrário da pátina, se aproxima mais da cor original do tijolo. É bom lembrar que esses finalizadores são, em alguns casos, dispensáveis.

 Qual a manutenção necessária para esse tipo de revestimento? 

É um revestimento bruto, então é ideal para quem não quer ter grandes preocupações. Para facilitar a limpeza, a aplicação de resina é indispensável e deve ser constante. A manutenção precisa ser mais cuidadosa com as paredes externas,  para quem quer evitar o limo. Uma das maneiras de lavá-las é com jato de água e uma pequena lixa de madeira, associada a limpeza convencional. Na minha opinião, o tijolo na área externa fica ainda mais charmoso quando desgastado pelo tempo e associado à vegetação. A manutenção, portanto, varia muito com o perfil do morador.

– Qual o tipo e tamanho mais indicado para os tijolinhos? 

Há inúmeras opções no mercado, são muitos tamanhos, materiais, espessuras e cores. Realmente depende do estilo do projeto, já que é algo tão particular. Eu gosto bastante do tijolo inglês Shiraz da Palimanan, que tem 7,5cm X 22cm e 1 cm de espessura.

Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *