Casamentos Babies & Kids 15 anos

Navegue como ou

Tira-dúvidas: mármores e granitos

marmores-e-granitos2

(Foto: NPK Mármores)

Os tipos de pedra para revestir pisos e paredes disponíveis no mercado são vários! Para tirar as dúvidas sobre quais são eles, suas diferenças e como utilizá-los, entramos em contato com a NPK Mármores, especialista na área, e com a arquiteta Karen Pisacane, do escritório Toda Arquitetura. Confira as dicas:

Mármores:

marmore-karen-pisacane-toda-arquitetura

(Projeto de Karen Pisacane)

Utilizados atualmente por suas possibilidades de design, já que podem vir em diversas colorações. Não são muito indicados para áreas molhadas, já que são um tipo de pedra lisa, escorregadia. Para tirar um pouco do “liso”, pode-se contratar profissionais para realizarem o polimento do mármore. Indicados para ambientes internos, como salas, quartos e halls de entrada. É muito utilizado na Itália.

Granitos:

granito-karen-pisacane-toda-arquitetura

(Projeto de Karen Pisacane)

É a pedra mais usada no Brasil. Por ser dura, é comum encontrá-la em locais muito utilizados, como bancadas de cozinha e em áreas de serviço. Combina com cerâmicas, porcelanatos e inox. É uma pedra sedimentar mais resistente que o mármore e facilmente encontrada em ambientes comerciais.

Outras pedras:

Ônix: uma pedra semi-preciosa, com aparência translúcida. Muito utilizada em banheiros, mas não é indicada para áreas externas:

SONY DSC

(Foto: NPK Mármores)

Limestone: pedra com aparência rústica. Por possuir colorações suaves, é muito procurada para pisos e paredes. Indicada para todos os tipos de ambientes:

NPK-Limestone-Baccarat

(Foto: NPK Mármores)

limestone-marmore-karen-pisacane-toda-arquitetura

(Projeto de Karen Pisacane)

Travertino: pedra rústica com furinhos aparentes, bastante procurada para pisos e paredes. Indicada para todos os tipos de ambientes:

travertinomarmores-Travertino-Classico

(Foto: NPK Mármores)

NPK-Travertino-Navona

(Foto: NPK Mármores)

travertino-karen-pisacane-toda-arquitetura

(Projeto de Karen Pisacane)

Instalação e manutenção:

Existem vários tipos de acabamento. Eles variam de acordo com o tipo de pedra e do local onde ela será instalada. A limpeza no dia a dia deve ser feita com detergente neutro. Se ela perder o brilho, pode-se contratar profissionais para fazer o polimento da pedra.

Áreas molhadas:

marmore-karen-pisacane-toda-arquitetura-01

(Projeto de Karen Pisacane)

As pedras ficam lindas em ambientes molhados, como banheiros e lavabos. Mas, para isso, é necessário um tratamento especial. Durante ou após a instalação (isso varia conforme o tipo de pedra), deve-se fazer uma impermeabilização. Importante lembrar que este tratamento deve ser feito por profissionais, já que ele exige um maquinário especial.

Fonte: NPK Mármores e Karen Pisacane | Fotos: Divulgação

2 Comentários

  1. Marina Pastore 1 de junho de 2014

    Há que se tomar certo cuidado na hora de escolher a pedra da cozinha, pois há algumas que mancham com facilidade. Escolhi um granito aqui para a minha cozinha, o branco siena, mas qualquer coisa “colorida” que cai nele (suco de uva ou de morango, por exemplo), já o deixam manchado.

    • Meyre 5 de outubro de 2015

      Marina mesmo limpando na hora ele fica manchado? Também pretendo colocar ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *