Casamentos Babies & Kids 15 anos

Blog

Exibindo página 2 de 531

Navegue como ou

Pavê de coco com maracujá

Receita de Pavê de coco com maracujá: Dedo de Moça | Foto: Carol Milano

Ingredientes:

Creme Confeiteiro de Coco

– 400ml de leite integral
– 600ml de leite de coco
– 1 e ½ xícara (chá) de açúcar
– 4 colheres (sopa) de manteiga sem sal
– 2 ovos
– 10 gemas
– 8 colheres (sopa) de amido de milho

Calda de Maracujá

– 4 maracujás maduros
– 1 xíc (chá) de açúcar
– 1 xíc (chá) de açúcar
– Merengue
– 6 claras
– 1 ½ xícara (chá) de açúcar
—–
– 1 ½ caixa de bolacha champagne
– 500ml de suco de maracujá
– Coco queimado a gosto

Modo de preparo:

Creme Confeiteiro de Coco

Leve o leite e leite de coco para ferver junto com o açúcar e a manteiga.

Em uma vasilha com o auxílio de um batedor de ovos ou um garfo bata bem as gemas, os ovos, o amido de milho e o restante do açúcar até ficar bem misturado.

Quando o leite começar a ferver coloque duas conchas bem cheias de leite fervente na mistura de ovo e gemas.

Mexa bem para misturar e tome cuidado para que o ovo e as gemas não cozinhem com o leite fervente.

Junte a mistura de gemas e ovo ao leite da panela. Leve ao fogo baixo e cozinhe até que comece a engrossar, mexendo sempre.

Desligue o fogo e reserve. Cubra com um papel filme (encostando no creme para não formar uma película) e guarde na geladeira.

Calda de Maracujá

Leve o maracujá (com sementes) e o açúcar ao fogo.

Cozinhe até formar uma geleia leve. Reserve.

Merengue

Leve as claras e o açúcar ao banho maria (em fogo baixo), mexendo sempre, até o açúcar ficar totalmente dissolvido.

Coloque a mistura na batedeira, com o globo, e bata por 10 minutos

Montagem:

Em uma taça ou refratário de pavê coloque uma camada de creme de coco.

Molhe as bolachas (rapidamente) no suco de maracujá e coloque sobre o creme e cubra com a calda de maracujá.

Continue montando alternando as camadas de creme, bolacha e geleia. Por último cubra com o merengue italiano. Leve o pavê para gelar por, no mínimo, 5 horas.

Para dourar o merengue use o grill do seu forno ou um maçarico. Se não tiver nenhum dos dois, apenas finalize com coco queimado.

 

Rendimento: 12 porções | Tempo de preparo: 1h30

A Dedo de Moça ensina a comer bem em casa. Além das receitas que você encontra aqui, a chef Patricia Abbondanza comanda um time de profissionais que dá aulas para quem quer aprender a cozinhar e oferece consultoria para quem quer montar uma cozinha gourmet.

Veja também: Caipirinha frozen com limonjal

E mais: Mojito Dedo de Moça

Dúplex da arquiteta Daniela Cianciaruso

Daniela Cianciaruso, sócia da Díptico Design de Interiores, decidiu que era hora de mudar. Ao lado do marido e dos dois filhos, a arquiteta adquiriu um dúplex de 250 m², em um prédio assinado por Gui Mattos, em São Paulo.

Com um “quê” de escandinavo, o apartamento manteve o assoalho de madeira clara original, e investiu em uma base neutra e móveis de design para criar um ambiente aconchegante e acolhedor.

No living, os destaques ficam por conta da laje extrudada original do prédio, e o mobiliário assinado de madeira, como as poltronas Oscar de Sergio Rodrigues e o buffet Cercadinho de Paulo Alves. A cozinha integrada ao jantar traz armários verde menta e ilha cooktop.

Revestida com piso metálico pintado de vermelho, a escada dá acesso ao andar inferior do dúplex. Ali é o território das crianças, quarto compartilhado e brinquedoteca.

Para seu quarto, a arquiteta buscou generosa iluminação natural e itens confortáveis e em cores leves. Materiais como o algodão da cabeceira e a camurça das almofadas são algumas das apostas.

(Fotos: Julia Ribeiro)

Veja também: Paixão por azul dita decoração do apartamento de um jovem solteiro

E mais: O lar brasileiro do arquiteto Ricardo Caminada

Mitos e verdades sobre o óleo de coco

Queridinho de muita gente, o óleo de coco ganhou espaço nas dietas com a promessa de ter efeitos milagrosos na saúde, além de quilos a menos para quem o consumisse. No entanto, a Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) divulgou, recentemente, um posicionamento que questiona alguns desses benefícios. Aqui estão algumas das conclusões principais:

1) Quando o óleo de coco é comparado à óleos menos ricos em ácido graxo saturado, ele pode aumentar o colesterol total, o que resulta em um maior risco cardiovascular.

2) Os estudos que afirmam que esse óleo possui atividade antibacteriana e antifúngica são experimentais e não há comprovação, em humanos, desses efeitos.

3) Sobre a melhora na função cerebral, não existem estudos clínicos que comprovem a proteção ou atenuação de doenças neuro-degenerativas, como a doença de Alzheimer.

4) Os estudos que mostram uma relação do óleo com a perda de peso são controversos e não definitivos.

Esse posicionamento foi feito com base nas – poucas – pesquisas lançadas até agora sobre o alimento. Alguns falam de efeitos negativos e outros, de positivos, como qualquer outra pesquisa em nutrição. Precisamos ter um pouco de cuidado ao receber esse tipo de informação, avaliando os estudos, como eles foram conduzidos e como podem ser aplicados na prática.

Eu acredito em equilíbrio, mas as pessoas têm a mania de demonizar ou endeusar um alimento, o que não deve ser feito. Portanto, não precisa tirar por completo o óleo de coco da sua alimentação, mas não pode também exagerar no consumo diário. Nada em excesso faz bem, é necessário estar sempre atenta.

Tome muito cuidado com os modismos da nutrição e tenha sempre moderação na hora de escolher e comer os alimentos!

Até a próxima,

Karina

**Para quem quiser ler o posicionamento na íntegra, o link é este aqui!

Drª Karina Al Assal é nutricionista graduada pelo Centro Universitário São Camilo, especialista em nutrição clínica pelo Hospital Sírio Libanês, especialista em nutrição clínica funcional pelo Instituto Valéria Paschoal e mestranda em nutrição e cirurgia metabólica do aparelho digestivo pela Faculdade de Medicina de São Paulo.

Veja também: Descubra qual o melhor óleo para usar na cozinha

E mais: Germinação de grãos para agregar valor nutricional à dieta