Casamentos Babies & Kids 15 anos
Topo

Blog

Exibindo página 2 de 537

Navegue como ou

Conheça a mansão de Ricky Martin em Los Angeles

2018 mal começou e Ricky Martin não sai da mídia. O cantor, que está prestes a mostrar seu lado ator na série “American Crime Story: The Assassination of Gianni Versace”, abriu as portas de sua mansão em Bervely Hills, Los Angeles, para a revista AD. Na entrevista, o Ricky Martin falou sobre a decisão de fixar moradia em LA. “Estávamos pensando em morar em Londres ou em Nova York, mas depois decidimos alugar em Los Angeles por um mês, para ter uma ideia da vibração da cidade. LA nos acolheu totalmente – nós adoramos. No final do mês, sabíamos que queríamos estar aqui”, contou ele, que mora com o marido Jwan Yosef e os gêmeos Valentino e Matteo. 

A decoração ficou por conta de Jwan, que é pintor e mostrou que bom gosto não lhe falta quando o assunto é decor. A casa é maravilhosa, tem luz natural de sobra e preza pelo conforto da família. A madeira é um dos pontos altos do projeto, assim como as obras de arte e o mobiliário de design moderno. Dá uma olhada nas fotos e no vídeo que eles gravaram para a publicação:

(Fotos e vídeo: Revista AD)

. . . . . . . 

Veja também: Tour virtual pelo apartamento de Hilary Swank em Paris

E mais: Conheça a casa que Obama mora depois que saiu da Casa Branca

Você sabe o que é PANCS e como elas podem mudar sua alimentação?

Já ouviu falar em PANCS? Provavelmente você passou por uma sem se dar conta. Elas são Plantas Alimentícias Não Convencionais, ou seja, plantas que não consumimos ou não reconhecemos como alimentos. No entanto, podemos encontrá-las em lugares comuns como jardins, hortas, calçadas, muros, etc. Geralmente, elas não são usadas como comida por falta de conhecimento, o que precisa ser mudado!

O consumo dessas plantas é uma forma de diversificar e enriquecer sua alimentação. Muitas delas são mais ricas em nutrientes do que as verduras que estamos habituados a comer. O Ministério da Agricultura lançou, em 2010, um manual de hortaliças não convencionais que compila 23 espécies de vegetais. Hoje, este número é muito maior.

Porém, é preciso um certo cuidado na identificação de cada uma delas, além de saber a maneira e hora certa para seu consumo. Muitas são afetadas pela poluição da cidade, tornando-as não recomendadas para alimentação.

Atualmente, chefes renomados como Helena Rizzo e Paola Carosella usam estas plantas em seus pratos. Conseguimos também comprá-las em feiras, como a Feira de Orgânicos do Parque da Água Branca, em São Paulo.

Exemplos de PANCS

Alfavaca: família do manjericão com folhas maiores, ela é rica em óleos essenciais, o que dá um tempero especial na sua preparação.

Ora-pro-nóbis: contém uma quantidade considerável de uma proteína chamada popularmente de carne dos pobres. É boa para a digestão e tem alto valor nutricional. Essa PANC pode ser consumida refogada, em sopas, ensopados ou recheio de tortas.

Peixinho: ela é uma planta cujo sabor lembra peixe. Bem saborosa, fica melhor cozida ou frita.

Moringa: da região do Nordeste, ela tem um poder anti-inflamatório potente, sendo que suas folhas, frutos e raízes podem ser consumidos.

Dente de leão: ele tem efeito detoxificante e pode ser bebido em forma de chá.

Que tal testar novos sabores?

Até a próxima,

Karina

Drª Karina Al Assal é nutricionista graduada pelo Centro Universitário São Camilo, especialista em nutrição clínica pelo Hospital Sírio Libanês, especialista em nutrição clínica funcional pelo Instituto Valéria Paschoal e mestranda em nutrição e cirurgia metabólica do aparelho digestivo pela Faculdade de Medicina de São Paulo.

Veja também: Descubra qual o melhor óleo para usar na cozinha

E mais: Germinação de grãos para agregar valor nutricional à dieta

Decoração rústica em vinho, dourado e vermelho para a mesa de Natal

fabiana-moura-02-1

O que me encanta ao fazer uma decoração de Natal é que podemos encontrar diversas maneiras de compor e criar dentro desse padrão pré-definido pelo tema. Podemos brincar só com o vermelho, só com o dourado, dourado com prata, verde com vermelho, enfim… criar e recriar a cada ano para inovar e sair do óbvio.  Para o editorial deste ano, clicado pelo querido Roberto Tamer, resolvi apostar em um conceito mais rústico, algo que remeta à uma floresta nevada, com bastante madeira e elementos secos. E associados à esta textura da madeira e estes tons de marrom, brinquei com os tons de branco, café com leite, um vermelho mais fechado (um tom entre o cereja e o vinho), e toques do dourado para dar aquele charme glamouroso. Amei esse mix de texturas o que contribuiu totalmente para deixar o resultado mais despojado e aconchegante, mas sem perder a sofisticação que a ocasião pede.

Tudo começou com uma escolha acertiva: a mesa laqueada nude da Voilá Festas. Esse tom deu uma base neutra para toda a composição e deixou todo o destaque para os toques do cereja com o dourado. Outro que amei, e quis trazer de inspiração para vocês, foi a substituição de um sousplat por uma bolacha de madeira. Não ficou simplesmente demais? As cadeiras vermelhas são da Santa Festa.

Para os guardanapos, sempre adoro propor novas possibilidades. E aqui, fiz a seguinte brincadeira: uma dobra retangular horizontal envolvendo os pratos e por cima o menu, ao lado de um lindo cookie decorado da Sweet Carolina e um galho seco de eucalipto para arrematar. Puro charme!!

Outro destaque dessa mesa foi, sem dúvida, toda a criação floral da Lucia Milan! Gente, o que é este centro de mesa, alguém me explica?? Começando por este tronco maravilhooooso super orgânico e rústico. Aí vem a Lú e cria simplesmente uma obra de arte em partes dele, algo como se tivesse saído da natureza mesmo, como se brotasse do próprio tronco, um espetáculo à parte!! Amei a forma, as cores, os elementos, as texturas, tudo!! Ela utilizou eucalipto seco, solanos (frutos do nordeste pintados de dourado), folha de embaúba desidratada que segundo suas palavras “você pega do chão mesmo” (e que para mim foi o toque de mestre, absolutamente lindo), cravo vinho, rosa black, ornitogalo, amaranto vinho, galhos de algodão, folhagens pintadas de dourado, carqueja seca e outros elementos secos. Um mix muito rico, criativo e totalmente fora do óbvio.

E para arrematar toda a composição, utilizei caminhos de mesa xadrez da Santa Festa também totalmente integrados à paleta, as cadeiras no mesmo tom de vermelho cereja, mimos dourados como a silhueta de rena e prismas de vidro e mini redomas de vidro com cerejas dentro. Aqueles detalhes que encantam e fazem toda diferença, não é mesmo?

Fotos: Roberto Tamer | Decoração: Fabiana Moura | Projeto floral: Lucia Milan | Mesa: Voilá Festas | Cadeiras e enxoval: Santa Festa | Cookies decorados: Sweet Carolina 

Fabiana Moura é formada em Arquitetura e Urbanismo, e em 2009, fundou a Fabiana Moura Projetos Personalizados. Hoje, Fabiana se realiza plenamente transformando a celebração de datas importantes em eventos especiais e inesquecíveis. Por aqui, Fabiana compartilha um de suas multifaces profissionais, compartilhando dicas práticas e ideias para receber com charme e carinho!

. . . . . . . 

E mais: Decoração com flores, legumes e mix de pratos para um almoço em casa