Casamentos Babies & Kids 15 anos

Organização

Exibindo página 3 de 649

Navegue como ou

Como fazer a lista do supermercado?

Se você é do tipo que sofre a cada vez que precisa fazer compras, seu problema pode estar na desorganização! Para que esse momento se torne mais prático (e até, quem sabe, prazeroso!), é possível seguir algumas dicas básicas antes de sair às compras. Anotar a quantidade exata de cada item, não ir ao supermercado com fome e prestar atenção na data de validade dos produtos são alguns passos que sempre funcionam. Mas o principal deles talvez seja levar a lista escrita (ou impressa), para não esquecer alguns produtos e comprar muito além do necessário. Por isso, fizemos um modelo de lista com os principais itens - tanto de alimentação quanto de limpeza e higiene - para facilitar a tarefa. É claro que ela pode ser adaptada de acordo com as preferências - e a rotina - de cada um, mas é uma boa forma de começar a se organizar. Clique aqui...
Leia mais

Espirrou? Veja 15 cuidados com a casa para quem sofre com alergias

Tosse seca, nariz entupido, espirros, dificuldade para respirar e olhos irritados. Estes são alguns dos sintomas mais comuns que as pessoas que sofrem com alergias costumam sentir durante o inverno. O clima frio, para muitas pessoas, é um sinal de problema, principalmente nas regiões metropolitanas brasileiras, nas quais a baixa das temperaturas traz como consequência um agravamento dos quadros respiratórios. E para ajudar, a Dra. Lelia Josuá, médica especialista em alergologia e pneumologia, fez uma lista de alertas e cuidados para amenizar o problema e deixar a casa e a vida mais adequadas para quem sofre com alergias. 1. Lave as roupas de inverno que estão guardadas antes de começar a usá-las, e procure guardá-las em sacos plásticos. 2. Não use cobertores de lã ou com pelos. Caso não queira abrir mão, o ideal é que ele seja forrado por uma colcha ou por um saco de pano impermeável. 3. Mantenha a cama em lugar quente, arejado e longe da parede. Se houver um closet, mantenha-o fechado à noite, ventilando-o durante o dia. 4. Envolva completamente colchões e travesseiros com plástico ou tecido especial. Esses devem ser de espuma, borracha ou material sintético. Limpe sempre com álcool. 5. Mude as fronhas e lençóis de 1 a 2 vezes por semana. Sacuda as roupas de cama pela manhã fora do quarto. Os travesseiros devem ser trocados a cada 6 meses e os colchões de 3 a 5 anos. 6. As poltronas, divãs e almofadas devem ser revestidos com couro ou material plástico. 7. Retire tapetes do quarto, mas caso não seja possível, coloque um plástico por cima. As...
Leia mais

Os 10 mandamentos da cozinha econômica

Comer bem, de forma correta e sem causar um estrago no bolso pode ser mais fácil do que você pensa. Mais que economizar em produtos, boas práticas na hora de ir às compras e preparar os alimentos fazem toda a diferença. Veja como dicas fáceis e simples podem transformar sua geladeira e até sua conta bancária. O apetite aflorado é uma arma potente para fazer besteiras. Para não comprar por impulso, escolha horários e momentos em que você esteja satisfeito. Seja no celular, no papelzinho ou até no saco de pão, mas nunca vá às compras sem um foco. Ir em busca do que realmente é necessário, sem se distrair pelos corredores, evita, em mais da metade dos casos, que você leve o que não precise. Nem sempre a tática do “compre um e leve dois” é garantia de economia. Primeiro, você precisa ter certeza de que é necessário o segundo item. Fora isso, é indispensável verificar a validade dele. Estas ofertas só são boas se os produtos puderem ser guardados por longos períodos. Uma das formas mais certeiras de economizar é investir em produtos da estação. Além da relação custo/benefício ser vantajosa, na maioria das vezes eles estão em sua melhor fase. Produtos embalados e prontos para o uso são verdadeiros tiros na água para quem quer economizar. Custam mais caros por armazenarem um valor de preparo, usam, na sua maioria, embalagens plásticas prejudiciais ao meio ambiente, e nunca possuem o mesmo frescor de um a granel. Parece besteira, mas comprar sempre com o mesmo vendedor pode gerar duas coisas boas: a certeza de que aquele produto...
Leia mais

5 passos básicos para ter uma casa mais segura e protegida

Dar um refresh na decoração e na arquitetura da casa é sempre muito gostoso. Porém, mais que móveis bonitos e estruturas que facilitem a nossa vida, a segurança precisa ser um dos focos da reforma. A gente reuniu aqui pequenos cuidados básicos que fazem toda a diferença, e que muitas vezes deixamos passar diante de tantas decisões importantes. Uma instalação elétrica segura deve contar com circuitos independentes para alimentar, de formas isoladas, as diferentes demandas da casa - iluminação, eletrodomésticos, ares condicionados... Desta forma, cada circuito necessita de um interruptor no quadro elétrico, o que ajuda se houver um curto circuito e a energia daquele ambiente precise ser cortada de imediato. Inúmeros dispositivos que cortam a conexão do gás e da eletricidade do fogão em caso de incêndio já estão à venda. Outra boa dica para quem está comprando fornos é priorizar os equipamentos com portas frias, afinal, uma queimadura pode deixar marcar para sempre. Para saber se sua cozinha está segura, a dica é simples: uma chama azul e estável é um bom sinal! Para proteger os filhos e deixar a casa ainda mais segura para as brincadeiras e aventuras, algumas atitudes fazem toda a diferença. Entre as boas e acessíveis opções: protetores de tomadas e quinas de armários e mesas; fitas antiderrapantes para tapetes; telas de proteção para janelas; travas e trincos que isolam os produtos de limpeza e materiais cortantes. Já para os amantes da tecnologia, a novidade vem da Alemanha, do Fraunhofer Circuits and Systems, de Duisburg. A empresa desenvolveu um chip solar que detecta se a janela está...
Leia mais

Os 10 mandamentos da arrumação da casa, segundo a guru japonesa Marie Kondo

Quem nunca se deparou com uma bagunça irreconhecível, ou mesmo com aquele papelzinho de cartão de crédito de dois anos atrás na gaveta da escrivaninha? Se a sua resposta foi 'sim', a nossa também! E, de fato, a desorganização é uma das coisas mais estressantes e problemáticas de uma casa, ou melhor, de uma vida. A boa notícia é que profissionais especializados em arrumação e técnicas filosóficas para trazerem paz, harmonia e facilidades estão cada vez mais à disposição. Este é o caso da guru mundial da arrumação, Marie Kondo, considerada recentemente pelo New York Times como uma das 100 mulheres mais influentes do mundo. Hoje, em razão da agenda internacional lotada, Marie atende pouquíssimos clientes. A diferença é que, ao contrário de outros nomes célebres que escondem seus segredos, a jovem japonesa quer mais é que todos sejam felizes e organizados. E para isso, coleciona best sellers sobre o tema, sendo o principal, A Mágica da Arrumação, que chegou ao Brasil em maio deste ano pela editora Sexante. Em seu método, o KonMari, descrito no manual, ela dita alguns mandamentos radicais para alcançar o sucesso na empreitada, todos baseados em dois fundamentos: a necessidade de reavaliar tudo que se tem em casa para descartar sem dó os itens inúteis, e a reorganização do espaço segundo categorias bem definidas. A gente reuniu aqui os 10 principais, e primordiais, para você começar a ter uma vida organizada. Esperamos que vocês gostem! Esqueça aquela teoria de arrumar por cômodo, isso só te levará à frustração. Organizar a casa é colocar tudo na...
Leia mais

Dicas para cuidar do enxoval

Na semana passada, a Trousseau deu boas dicas de como montar o enxoval (e também de como montar uma "cama de revista")! Agora, eles tiram algumas dúvidas sobre a manutenção de lençois, colchas e toalhas, para que fiquem sempre impecáveis. Confira: - Deve-se passar a roupa já na cama para tirar vincos? Para tirar vincos superficiais dos lençois e colchas, nós utilizamos um borrifador com 1/3 de álcool para 2/3 de água. Mas o ideal é a utilização do ferro de passar ou do steamer. - Quais cuidados devemos ter na hora de lavar e passar a roupa de cama?  Toda roupa de cama requer cuidados ao lavar e passar. Os lençois devem ser lavados com sabão líquido e amaciante em pouca quantidade, e secos em temperatura baixa. Nunca use muito amaciante ou produtos alvejantes, já que eles endurecem as fibras e as tornam ásperas. As toalhas devem ser lavadas somente com sabão líquido e sem o uso de amaciantes. Elas devem ser secas em temperatura baixa e, a seguir, bem chacoalhadas para que os fiapos se soltem. - Vocês recomendam o uso da água de passar? A utilização de água de passar é recomendada para dar um toque leve de perfume nas peças. Além disso, ela facilitar todo o processo de passar a roupa de...
Leia mais

Como arrumar a geladeira?

Organizar a geladeira preserva e dá sabor aos alimentos! Parece besteira, mas saber arrumar os alimentos na geladeira é muito importante para conservá-los corretamente. Existe um espaço certo para cada tipo. Muitas vezes, acabamos colocando as coisas no lugar errado, o que faz com que elas estraguem mais rápido. Siga estas dicas e mãos à obra, pois está na hora de colocar essa geladeira em ordem: - Gavetas inferiores: São ideais para armazenar verduras e legumes. Por estarem mais longe do freezer, impedem que as folhas fiquem queimadas e com aspecto feio, devido às baixas temperaturas. Embalar tudo em saquinhos também pode ajudar nesse processo. - Prateleira acima das gavetas: Aproveite-as para armazenar as frutas. Ah! E todas embaladas em saquinhos plásticos. - Prateleira do meio: Ótima para guardar alimentos já processados, sempre em vasilhas com tampa. Dê preferência aos potes de vidro, pois assim há menos chances de contaminar o alimento. As frutas picadas e as carnes que serão descongeladas podem ser colocadas aqui. Lembrando que o período de permanência desses alimentos na geladeira é de 24 horas a, no máximo, 48 horas. - Prateleira superior: É a região mais fria da geladeira e, por isso, deve abrigar alimentos mais perecíveis. Coloque os ovos e derivados do leite como iogurtes, queijos e frios. Carnes, frangos e peixes em refrigeração para serem preparados devem igualmente ser armazenados nessa área. Mas atenção! A duração dos peixes é de 24 horas, enquanto que a de carnes e frangos é de 48 horas. - Porta: Armazene todas as bebidas. - Congelador: Ao congelar os alimentos, lembre-se de colocar...
Leia mais

7 dicas para conservar os livros

1. Pelo menos duas vezes por ano, passe uma escova de roupa na parte superior dos livros e nas páginas para retirar a poeira acumulada. 2. Proteja os livros da umidade espalhando nas estantes pedaços de algodão embebidos em essência de terebitina, trocando-os depois de algum tempo. 3. A melhor coisa para exterminar traças nos livros, sem perigo de estragá-los, é usar gasolina. 4. Para proteger seus livros contra os insetos, encharque as estantes com querosene de 3 em 3 meses. 5. Nos livros com encadernação de couro, passe uma solução de éter e óleo de linhaça, em partes iguais. As lombadas dos livros devem ser limpas de vez em quando com uma pomada branca para calçados. Para conservá-los ainda mais, cubra o couro com uma leve camada de vaselina, renovando de tempos em tempos. 6. As manchas de dedos nas páginas dos livros saem se forem esfregadas com miolo de pão. Já as de mofo podem ser retiradas com um pano macio embebido em vinagre, passando a seguir um algodão seco. 7. Se as páginas estiverem grudadas por causa umidade, basta deixar o livro no sol; mas é preciso colocar algum peso sobre elas para que não curvem enquanto secam. Fonte: Sebastiana...
Leia mais

10 dicas para cuidar dos tapetes

Peça importante na decoração, os tapetes têm o poder de tornar os ambientes muito mais aconchegantes, além de ser uma boa maneira de inserir estampas, ou um toque de cor, no décor neutro. Para auxiliar na manutenção da peça, listamos 10 truques que podem prolongar a vida útil dos tapetes - e carpetes - dos mais diversos tipos: 1. A vassoura adequada para a limpeza dos tapetes é a piaçava. O aspirador (que é menos agressivo) pode ser usado de 2 a 3 vezes por semana - ou conforme ou necessário. 2. O sol não deve bater diretamente sobre o tapete, mas, se isso não puder ser evitado, mude-os de vez em quando de posição. 3. Para assentar as pontas reviradas dos tapetes, passe o local com ferro bem quente, sobre um jornal molhado. 4. Se o tapete precisar ficar guardado por muito tempo, cubra-o todo com jornal, salpique querosene e natfalina, e só então enrole-o. Outra dica é que os tapetes polvilhados com sal de cozinha não pegam cupim. 5. Para uma lavagem simples, um pano umedecido em vinagre pode ser esfregado em toda a superfície, e, à medida em que o pano vai ficando sujo, renove a operação até que ele saia limpo. Depois, deixe o tapete secar, de preferência estendido no chão, para não deformar. 6. Se o tapete estiver com mancha de bebida alcóolica, toque suavemente o local com uma solução de água morna e sabonete ou sabão em pó fino. Depois, passe água limpa, deixe secar e escove. 7. Se a mancha for de café, enxugue rapidamente...
Leia mais

10 dicas para economizar água

A falta de água já é uma realidade para grande parte do estado de São Paulo. Com a redução do volume do principal reservatório da capital paulista, resta à população recorrer a alternativas que colaborem para a economia de água. Não deixa de ser um bom momento para repensarmos nossos hábitos em relação a este recurso natural que, ao que tudo indica, será cada vez mais escasso. Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem ajudar a estabelecer novos hábitos no dia a dia: 1. Junte uma grande quantidade de roupas antes de lavá-las na máquina ou no tanque. Aproveite a água do enxágue para lavar o quintal ou a calçada. 2. Evite jogar na descarga objetos como papel e pontas de cigarro, que, além de entupirem o vaso, necessitam de mais água para escoar. 3. Ao escovar os dentes, feche a torneira e, ao enxaguar a boca, utilize um copo com água. 4. Para economizar ainda mais, uma boa dica é optar por produtos que não utilizam água na limpeza em casa - nos vidros, por exemplo, utilize um limpador específico e passe um pano seco em seguida. 5. Para quem tem lava-louças, utilize-o com capacidade máxima - isso faz com que se use 6 vezes menos água. Com isso, a economia pode chegar até 97 litros por lavagem. Lavar a louça à mão, com a torneira aberta por 15 minutos, consome 117 litros de água. Já a máquina consome 20 litros. 6. Para quem não usa a máquina lava-louças, o ideal é ensaboar toda a louça com a torneira fechada, para depois enxaguar tudo de...
Leia mais