Casamentos Babies & Kids 15 anos
Topo

Navegue como ou

Not So Desperate Housewife: Openhouse

 

Já faz tempo que queria começar uma coluna aqui no blog dividindo algumas experiências no papel de dona de casa, que tenho aprendido a exercer nos últimos 18 meses.

Vejo muitas noivas com saudades da festa de casamento (o que é natural, porque realmente é um dia inesquecível), mas, juro, acho que a melhor parte vem depois do ‘sim’! A vida a dois, construir um lar em comum com a pessoa que você ama, escolher os objetos que vão fazer parte da decoração, receber os amigos… é tudo muito gostoso! (a única parte que não gosto tanto é a do supermercado!rs)

Antes do casamento, tive muito medo de sofrer ao sair da casa da minha mãe (até fiz um post a respeito), mas curti tanto desde o princípio a nossa casa que percebi que meu medo era exagero. Bom, vale dizer que fui morar perto da minha mãe, para não perdermos tanto o convívio. É importante levar em consideração todos os fatores que nos fazem felizes na hora de escolher o lugar onde vamos morar, não? rs

Conversando com as meninas aqui na Redação, pedi sugestões de nome para a coluna. A Aline sugeriu Desperate Housewife. Achei divertido. Mas talvez Not So Desperate Housewife me defina melhor!rs Me vejo como uma “dona de casa moderna”, conciliando muiiitas horas de trabalho com a casa para cuidar (por enquanto sem filhos!). O “leve desespero” vem da tal da falta de tempo para ficar em casa e para me dedicar o tanto quanto gostaria às tarefas domésticas. Por conta disso, a minha palavra de ordem é praticidade  em tudo, sempre busco pela opção mais prática (para mim). Outro termo-chave, que rege muitas decisões, é bem-estar – tanto para nós quanto para as visitas.

Depois desta longa introdução, vamos ao tema do post, que também dá nome ao site: openhouse!

Meu marido e eu adoramos receber, fazer festa, ver a casa cheia… e quando convidamos os amigos, a lista sempre acaba excedendo o número de lugares à mesa. Até porque invariavelmente surgem também os amigos dos amigos. Nosso lema é the more, the merrier.

Por isso, jantares com lugar marcado são raros. Preferimos montar a mesa de jantar com comidinhas gostosas, dando liberdade aos convidados de se servirem quando (e o quanto) quiserem. Gosto dessa informalidade, que vale tanto para um jantar mais elaborado, quanto para um “menu” despretensioso. Até mesmo quando fazemos jantares japoneses (com um sushiman maravilhoso que vai em casa) funciona muito bem dessa forma. Quando o encontro é mais simples e para menos pessoas, montamos também um ou dois pontos para as bebidas, no estilo “self service“. Quando se trata de uma festa para mais pessoas, contratamos copeiras que servem as bebidas, recolhem os copos, pratos, etc.

Quase sempre alugo pratos, copos, etc. na D. FilipaFornecedoresD. FILIPAAluguel de materiaisSão Paulo (Capital)Leia mais. Na nossa primeira casa, um loft  com poucos armários onde não coube nem metade dos presentes de casamento, alugar os materiais era uma necessidade. Imagina ter que ir na casa da minha mãe pegar mais pratos?rs Depois que nos mudamos, continuei com o hábito para encontros maiores porque me possibilita variar o estilo da mesa de festa em festa, sem eu ter que fazer uma coleção gigantesca de louça. E a parte de eles entregarem e buscarem o pedido é a minha preferida! rs

A última reunião de amigos que fizemos foi com o Buffet Zest. Fazemos muitas festas com eles, porque já sabem do que gostamos de comer e de servir. É muito bom ter esse tipo de relacionamento, porque me poupa muito tempo: falo o estilo da festa e eles definem o que será servido. Confio de olhos fechados! Nesse caso, um evento mais despojado, montaram uma mesa deliciosa de antipasti. Não houve grandes decorações (apenas alguns vasinhos de orquídeas gloriosa espalhados), o foco era na comida. Foi a apresentação que o Buffet Zest fez dos pratos com as peças da D. FilipaFornecedoresD. FILIPAAluguel de materiaisSão Paulo (Capital)Leia mais que “enobreceu” a mesa.

Tirei algumas fotos (não deu para fotografar tudo, porque os convidados estavam chegando) para postar aqui como inspiração. Porque não é só o que você serve, mas também como você serve. Afinal de contas, comemos também com os olhos!

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-01

Presunto di Parma com melão orange:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-02

Focaccia de alecrim e sal grosso:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-03

Tomatinho cereja e cebolinha pérola caramelizada:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-04

Pãezinhos (o guardanapo de guipure também é da D. Filipa):

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-05

Devilled eggs com crisps de cebola:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-06

Sour cream e pickles, bolinhas de chevre em azeite de ervas:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-07

Salmão gravlax e haddock com zests de limão siciliano:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-08

Grana padano, crisps de parma, redução de balsâmico e mel trufado:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-09

Pratinhos e talheres:

mesa-jantar-festa-buffet-zest-d-filipa-10

Ainda tinha batatinhas cozidas, queijo de cabra, patê de foie em crosta de pistache com geléia de framboesa, brie gigante embalado no phyllo com geléia de pimenta, uma terrine tricolore, compotas, pãezinhos árabes, burrata com limão sciliano e azeite, blinis, placas gigantes de parmesão… Infelizmente não consegui fotografar tudo!

Fotos: Constance Zahn | Buffet: Zest Cozinha Criativa | Peças de prata e cristal: D. FilipaFornecedoresD. FILIPAAluguel de materiaisSão Paulo (Capital)Leia mais

O site leva o meu nome, mas é aqui na coluna “Not so desperate housewife” que escrevo em primeira pessoa sobre as minhas experiências como dona de casa. Ainda tenho muito o que aprender nesse papel, mas já não estou mais completamente desesperada.

5 Comentários

  1. Rafaela 13 de novembro de 2014

    Estou muito feliz de estar casada, mas claro ainda sinto falta de morar com minha mãe s2, e nesse clima de escolher decoração, de fazer festas, tenho encontrado aqui ótimas dicas e ideias e pelo visto terei mais surpresas, achei a novidade maravilhosa!

    • Constance Zahn 18 de novembro de 2014

      Oi, Rafaela!

      De certo modo, também sinto saudades da casa da minha mãe..!! Por isso que estou sempre por lá! rsrs

      Fico feliz que tenha gostado da novidade!! 🙂

      Bjss

  2. Samara 14 de novembro de 2014

    Constance amei a nova coluna, aliás em seu blog de casamentos a coluna
    Diário de Noiva é a minha preferida!

    bjs

    • Constance Zahn 18 de novembro de 2014

      Oi, Samara!

      Que bom que gostou! 🙂 Fico feliz de saber que gosta do Diário de Noiva também! Aliás, estou beeem em falta com ele! :/

      bjss

  3. Angelica Fortunato 10 de dezembro de 2014

    Amo tudo o que é postado pelo site Constance Zahn e me dá inspiração para todas as ocasióes. Fico feliz quando tudo dá certo e fica inesquecível.

    Abraços e Sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *