Casamentos Babies & Kids 15 anos

Navegue como ou

Fabiano Al Makul fala sobre exposição e dá dicas para quem quer comprar fotos para a casa

Em 2013, Fabiano Al Makul, sócio-diretor da Casa Fortaleza, apresentou, ainda timidamente, sua primeira exposição fotográfica. Foi um sucesso de crítica e de vendas. Agora ele inaugura sua segunda individual, denominada “A Riqueza da Cena Simples”, que fica até o dia 5 de agosto na galeria Arte Hall, em São Paulo.

Como o próprio nome diz, a mostra traz um olhar poético sobre a simplicidade de cenas banais. “Por mais simples que seja, me encanta a sua poesia, as cores, a simetria, enfim, a sutileza dos detalhes e a capacidade de improvisação e realização do ser humano.”, explica o fotógrafo.

Talvez por influência de seu background no mundo decoração, o trabalho de Fabiano Al Makul também pode ser considerado bastante decorativo. Não à toa, suas fotografias já figuram em projetos de arquitetos renomados, como Sig Bergamin, e em alguns ambientes da Casa Cor. Na exposição, a vontade que dá é de arrematar cada um dos polípticos para colorir todas as paredes de casa! rs

Veja abaixo o bate-papo com Fabiano, algumas das 55 imagens que a exposição “A riqueza da cena simples” traz e programe sua visita, porque vale a pena!

Destaque-Fabiano-Al-Makul

Por que demorou dois anos entre uma série e outra?

Havia idealizado uma exposição para o segundo semestre de 2014, mas não obtive as aprovações necessárias para realizar no local que queria. Isso fez com que iniciasse um novo projeto e adiasse a segunda exposição individual para este ano.

Consegue escolher sua foto preferida desta mostra?

Tenho sim minhas fotos preferidas, mas todas as imagens selecionadas para esta mostra tem sua importância e sua história. Algumas em razão da sutileza no momento da captura da cena, outras pelo resultado final, sejam fotos individuais ou polípticos, onde conecto inúmeras cenas através da cor numa mesma obra.

Fabiano-Al-Makul-2

 

Podemos perceber que seu trabalho com a câmera é bem diferente do realizado na Casa Fortaleza. Afinal, quem é você? O colorido das fotos ou o sóbrio e elegante dos produtos Fortaleza?

Ser empresário me possibilita realizar o trabalho artístico apenas por paixão, o que tem sido fundamental nessa trajetória.

Qual a realização que a carreira de fotografo te traz que o de diretor não te dá?

Ser menos racional, não depender tanto de transpiração e tudo que envolve uma gestão empresarial. Exercer o romantismo, a plenitude da alma.

Fabiano-Al-Makul-4

 

Um dos pontos fortes da sua mostra são os “polípticos”. Por que decidiu apresentar dessa forma?

Minha principal característica ao fotografar é procurar a poesia do gesto numa cena simples, o que da a possibilidade de não me restringir a um tema. Em 2013, a cor verde esteve presente em muitas cenas distintas e encontrei na disposição de um políptico a possibilidade de conecta-las através de uma cor e sua respetiva disposição de instalação.

Fabiano-Al-Makul-5

Agora, falando um pouquinho de mercado, você pode dar alguma dica para quem quer comprar uma fotografia, mas não sabe escolher?

Primeiramente, algo que lhe toque profundamente a alma, bem como que se possa conviver todos os dias. Acho importante procurar entender a alma do artista e levar em consideração aspectos como a quantidade de edições, qualidade de impressão, produção e preservação da foto.

Dá para não gastar muito e ter uma bela obra em casa? 

Sim, especialmente em fotos de menor tamanho, mas ricas em alma e informação.

E por fim, o que você acha que lente nenhuma deve mostrar?

A manipulação excessiva de uma imagem.

Fabiano-Al-Makul-6

Fabiano-Al-Makul-1

Fabiano-Al-Makul-7

“A riqueza das cenas simples”
Local: Arte Hall, Rua Joaquim Antunes, 187
Data: até 5 de agosto
Horários: de segunda a sexta, das 10h às 19h; e sábado, das 11h às 16h.
Entrada gratuita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *