Blog

Bate-papo com o fotógrafo baiano Kiolo

Circulando pela Casa Cor SP deste ano, a gente se deparou com lindas fotografias no espaço do arquiteto David Bastos. Os cliques são do baiano Kiolo (Lucas Ferraz). Aproveitamos o voo rasante dele pela capital paulista para conhecer um pouco mais de seu trabalho, bem como pegar dicas valiosas para investir sem errar em fotos na decoração. Vem ver o bate-papo:

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-capa-1

PARA COMEÇARMOS, HÁ QUANTO TEMPO VOCÊ SE DEDICA À FOTOGRAFIA? QUAL SUA FORMAÇÃO?

Comecei a me dedicar, de forma não profissional, à fotografia há cerca de 10 anos, quando ainda estava na faculdade de Design Gráfico, que é a minha formação. Após um tempo, fui tomando gosto pela técnica e pela arte em si e acabei me envolvendo mais e mais, até chegar no ponto em que estou hoje, em que me dedico quase que integralmente à fotografia. O design é apenas um complemento para a fotografia.

QUAL FOI A SENSAÇÃO DE VENDER SEU PRIMEIRO CLIQUE? 

O primeiro clique vendido foi tirado ainda de forma não profissional durante uma viagem à Milão (Itália). Uma foto de uma bicicleta estilo anos 1980 que, por acaso, acabou em uma Galeria de Arte e se tornou a minha primeira campeã de vendas. O sucesso dessa foto me motivou demais a investir na carreira que, até então, era vista muito mais como um hobby e andava em paralelo aos meus trabalhos como diretor de criação em minha agência.

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-14

HOJE, VOCÊ CONSEGUE DEFINIR SUA FOTOGRAFIA? 

Qualquer auto definição é meio difícil e pode parecer pretensiosa. rs! Mas, se fosse realmente para definir minha fotografia, iria na linha de que ela é a fotografia do detalhe, dos ângulos, dos enquadramentos e recortes. Uma fotografia que tem certa liberdade, pois independe de paisagens perfeitas ou locações incríveis, na medida em que consigo muitas vezes achar beleza onde ninguém espera. Tento extrair de todo tipo de situação e local um saldo estético positivo.

O QUE TE AJUDA NA CONCENTRAÇÃO? 

Música, muita música, e café. rs!

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-18

VISITANDO SEU INSTAGRAM, A GENTE PERCEBE TRÊS PAIXÕES: CORES VIBRANTES, POLÍPTICOS E PAISAGENS. POR QUE AS CORES SÃO IMPORTANTES PARA VOCÊ? 

As cores ganham grande relevância no meu trabalho por dois principais motivos: primeiro, porque como fotógrafo do detalhe, da captação do quotidiano, é bem bacana refletir, na fotografia, as cores como elas efetivamente são! Conseguir transmitir, na foto, a vibração e o colorido de determinadas coisas, lugares e momentos, é bem gratificante. O segundo motivo é o quanto ornamental as cores podem ser. Elas não apenas aquecem, como muitas vezes dão vida, alegria e chegam a transportar quem as olha ao momento em que foram tiradas.

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-2

E DE ONDE VEM A QUESTÃO DOS POLÍPTICOS? 

Acredito que um pouco da junção entre o Kiolo fotógrafo e o Kiolo designer pois, a medida em que certas fotos ficavam prontas, ia automática e mentalmente enxergando como elas ficariam bacanas com determinados recortes e molduras. Não é toda foto que pode ser transformada num políptico, porque isso depende de fatores relacionados ao tamanho e simetria da imagem, sendo imprescindível ter muito cuidado em como recortar a foto, para não perder partes importantes e expressivas da foto! Mas quando uma fotografia de maior impacto pode ser fracionada, o resultado ornamental muitas vezes fica ainda mais incrível do que ficaria em um só quadro!

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-3

ALGUNS DECORADORES ACREDITAM QUE ESTE TIPO DE APRESENTAÇÃO TIRA UM POUCO DE EXCLUSIVIDADE / FORÇA DA FOTOGRAFIA. O QUE VOCÊ ACHA? 

Acho que as fotografias, em geral, tem forças distintas. Algumas efetivamente não devem ser fracionadas ou misturadas, pois podem ter a sua “força” dissipada. Porém, existem fotografias mais “simples”, muitas vezes extremamente belas e ornamentais, que quando destacadas de forma solitária podem não expressar muito, mas quando dentro de uma composição, podem trazer um resultado incrível, principalmente do ponto de vista decorativo. É muito comum ver arquitetos e decoradores vibrando com o resultado de uma composição, pelo toque final ao projeto, a “cereja do bolo” que não encontravam em nenhuma loja ou galeria. A força da fotografia está na maneira como se a utiliza, com certeza o olhar de um colecionador é diferente do olhar de um decorador e muitas vezes uma aplicação mais moderna faz com que olhares mais conservadores passem a admirar novas aplicações.

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-17

O QUE UMA PAISAGEM REPRESENTA PARA VOCÊ? QUAL A SUA FAVORITA?

Uma paisagem representa um grande número de possibilidades em obter uma fotografia especial. Difícil escolher a preferida… nesse momento, ainda estou encantado com dois lugares que conheci em 2015 e mudaram a minha ótica fotográfica brasileira: Lençóis Maranhenses/MA e São Miguel dos Milagres/AL.

VOCÊ USA MUITO PHOTOSHOP? 

Ainda não conheci, até hoje, um fotógrafo que reconhecesse que usa muito photoshop! Mas, lhes sendo bem honesto, uso pouco, porque não gosto das distorções e exageros, e também porque sou um pouco ansioso para ver a foto pronta. Muitas vezes posto no Instagram baixando diretamente da minha câmera, tenho pouca paciência para me dedicar a “tratar” as fotos. Meu maior prazer é, depois de fotografar, viajar por horas nas composições em que elas se aplicam e a pós produção acabo deixando de lado…

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-20

QUAL A PRIMEIRA COISA QUE VOCÊ RECOMENDA PARA SEUS CLIENTES NA HORA DE ESCOLHER UMA FOTO? 

Acho importante que o cliente tenha uma ideia do que quer ter em casa, das sensações que quer que a foto proporcione. Muita gente chega pedindo uma “janela pra o mar” em plena São Paulo, ou uma “pegada urbana” para quebrar uma decoração mais clássica… É preciso definir o conceito para que a escolha das obras se tornem mais fáceis!

PARA QUEM BUSCA UMA SALA ACONCHEGANTE, QUE TIPO DE IMAGEM RECOMENDA? 

Dependerá sempre do estilo da decoração que a sala comporta! Para ambientes frios, acho a cor extremamente importante, pois aquece. Para ambientes com muito detalhes e informação, acredito nas fotos com texturas ou fotografias em preto e branco que também ficam muito bacanas.

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-13

A FOTOGRAFIA PB É SEMPRE UMA ESCOLHA CERTA? 

As PB são queridinhas de muitos arquitetos, clientes e colecionadores. Acho que inspiram elegância e a chance de não chocar é bem grande, pois dificilmente não ficam bem. A única ressalva é que, mesmo caindo bem na maioria das situações, o ambiente pode demandar algo mais vibrante criando assim uma atmosfera High/Low. Na maioria das vezes, os amantes da fotografia não escolhem os registros pela cor e sim pela mensagem ou sentimento que elas transmitem… Já outros, utilizam as fotos para pontuar um toque de cor ou combiná-las com algum móvel ou detalhe. Acredito demais no bom senso e no bom gosto, que varia de pessoa pra pessoa incluindo profissionais da área.

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-5

QUANDO O ASSUNTO É MANUTENÇÃO, QUAL A MELHOR FORMA DE CONSERVAR UMA FOTOGRAFIA? 

Quando se compra uma fotografia por encomenda, o pré é ainda mais importante do que o pós: impressão em altíssima qualidade com material de primeira, e ateliê especializado que assegure um tempo longo de garantia. No mais, evitar exposição demasiada ao sol e afastá-las de locais úmidos! Quando comprada direto de uma galeria, vale se informar sobre a certificação e matéria-prima utilizada. Tem muita gente no mercado vendendo gato por lebre.

E COM RELAÇÃO AO VIDRO, ALGUM MAIS RECOMENDADO PARA EMOLDURAR?

O mais recomendado, tecnicamente, se chama ArtGlass, pois não tem reflexo e não distorce a imagem. Contudo, o preço dele é bem mais alto que o anti-reflexo comum, que é confeccionado com uma micro partícula jateada e, em razão disso, gera um ruído na fotografia, prejudicando sua nitidez. Tem ainda o vidro cristal convencional que é o mais comum e gera reflexo caso o ambiente tenha muita incidência de luz natural ou projetada, porém é bem mais acessível e não tem o “efeito colateral” de distorção. A escolha ficará sempre à critério do cliente e do seu orçamento! O vidro anti-reflexo convencional eu sempre evito, só utilizo quando o cliente insiste muito.

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-12

VOCÊ TRABALHA APENAS FOTOS PRONTAS OU SOB ENCOMENDA TAMBÉM? 

Trabalho apenas com fotos prontas. Existe também a possibilidade de um projeto customizado como foi o caso da CasaCor Bahia em 2014, onde os arquitetos tinham um ambiente com a temática de “quarto do filho” onde o garoto era apaixonado por cavalos e praticava hipismo. Daí, arrumamos uma locação, fiquei algumas horas fotografando o cotidiano de uma hípica e em seguida fizemos a curadoria do ambiente. Foi sensacional. Se a ideia for boa e eu acreditar que aquilo pode ter longevidade, aposto junto.

Para finalizar, pode nos dizer cinco pessoas que segue no Instagram e que recomenda?

PARA FINALIZAR, PODE NOS DIZER CINCO PERFIS QUE SEGUE NO INSTAGRAM E QUE RECOMENDA? 

  1. @sebastiao_salgado_photographs (De quem sou fã incondicional.)
  2. @leica_camera (Apaixonado pelos equipamentos e como designer, adoro o case de branding deles. Além de repostarem cliques incríveis.)
  3. @cimkedi (Fotógrafo minimalista que utiliza excelentes enquadramentos e contrastes de cor.)
  4. @lensculture (Instablog de fotógrafos e fotografias do mundo inteiro, vários cliques incríveis.)
  5. @umaviagem (Instablog de viagens que me inspira roteiros fenomenais.)

dicas-de-decoracao-com-fotografia-entrevista-kiolo-8

Veja também: 4 galerias de fotografia para conhecer

E mais: 3 maneiras de montar uma galeria de quadros na parede

Decoração clássica e aconchegante em apartamento de São Paulo

Uma decoração clássica e aconchegante foi o pedido dos moradores deste apartamento em São Paulo ao escritório Bick Simonato. A morada, que conta com ampla área social, ganhou ambientes integrados e muito verde.

Os arquitetos buscaram na paleta de cores sutis o caminho para unir e criar uma atmosfera de casa no apartamento. E assim, sala de estar, jantar e home theater se integram por meio de grandes janelas e um amplo terraço. Este, separado por portas de correr, também se une aos quartos.

A cor cáqui das paredes contrasta com o grafismo preto e cru das listras dos sofás e almofadas. E além de muito verde, o escritório também investiu em antiguidades, que trouxe ainda mais o clima familiar para o apartamento.

Decoração clássica e aconchegante em apartamento

Decoração clássica e aconchegante em apartamento

Decoração clássica e aconchegante em apartamento

decoracao-com-cara-de-campo-apartamento-bick-simonato-4

decoracao-com-cara-de-campo-apartamento-bick-simonato-5

decoracao-com-cara-de-campo-apartamento-bick-simonato-6

decoracao-com-cara-de-campo-apartamento-bick-simonato-7

decoracao-com-cara-de-campo-apartamento-bick-simonato-8

decoracao-com-cara-de-campo-apartamento-bick-simonato-9

Veja também: Casa de campo em tons de azul e bege

E mais: Apartamento em tons neutros em São Paulo

Happy hour no Studio CZ com comidinhas da Ghee Banqueteria

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-destaque

Quem nos acompanha no Instagram (@casaedecor_cz) já viu algumas das comidinhas que a Ghee Banqueteria preparou para o nosso happy hour. A gente gostou tanto delas, e das dicas o Oghan Ferreira (um dos sócios do buffet) deu, que decidimos compartilhar com vocês.

Para começar, adoramos a decoração que ele preparou. A ideia da escadinha e das cestinhas de metal sobrepostas deixaram nossa mesa dinâmica e com uma pegada industrial. Itens clássicos também fizeram parte do decor, como os pratos altos e compoteiras de bico de jaca.

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-2

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-4

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-16

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-17

O cardápio da Ghee Banqueteria (que tem delivery!) estava delicioso e foi muito bem pensado. Mini sanduíches e comidinhas para comer com a mão são ótimos para um happy hour. Uma dica valiosa do Oghan é investir em pratos frios quando se vai receber em casa ou no escritório, como é o nosso caso. E o motivo? Você não corre o risco de servir nada quente na temperatura errada, muito menos ter que ficar atento ao forno ou fogão.

Para começar, chips diversos: mandioca, inhame, cará e batata doce branca e roxa:

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-5

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-6

E eles ficaram uma delícia com os aïolis de mostarda, bacon e wasabe. Oghan explica qual a diferença entre aïoli e maionese: o primeiro não vai ovo!

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-7

De lanchinho, três opções: ciabata com lula, molho de alcaparras e cebola roxa:

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-9

Vegetariano de cogumelos salteados, rúcula, tomate seco e mussarela de bufala. O pão preto foi feito com cerveja malzbier:

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-11

E sanduíche de costela de porco com barbecue de banana e salada coleslaw (saladinha de repolho):

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-10

Na ala dos peixes, pesce crudo, que seria semelhante a um carpaccio com azeite:

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-12

E ostras (surpresa do Oghan pra gente!):

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-14

Para acompanhar as ostras, mignonette (semelhante a um vinagrete) e salsa verde:

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-13

E para fechar à noite, pavlova descontruída!

comida-de-happy-hour-do-ghee-banqueteria-no-estudio-cz-15

Buffet: Ghee Banqueteria | Cestos e peças decorativas: ideia Unica | Pratos e talheres: Da Casa e Cia

Veja também: Happy hour com bar de tapas

E mais: 5 receitas mexicanas para um happy hour temático