Casamentos Babies & Kids 15 anos

Navegue como ou

Revestimentos sóbrios em cinza, preto e branco para a casa

Estamos reformando o Studio CZ (assim que ficar pronto vamos postar tudo aqui) e durante o processo, uma das primeiras coisas que o escritório Yamagata ArquiteturaFornecedoresYAMAGATA ARQUITETURAArquitetos & DecoradoresSão Paulo (Capital)Leia mais, criativo responsável pelo projeto, nos recomendou escolher foram os revestimentos. São tantas empresas, tipos e materiais, que qualquer um fica confuso. Mas dentre os pré-requisitos para nós, praticidade, durabilidade e fácil manutenção estavam no topo da lista. Foi aí conhecemos a Decortiles, empresa expert em revestimentos do grupo Eliane. Ainda é segredo o nosso escolhido, mas como adoramos vários, resolvemos compartilhar com vocês os últimos lançamentos deles. As novas coleções trazem elementos naturais, como pedra e madeira, e um conceito sóbrio que abusam do cinza, preto e branco. Dá uma olhada:

CRAFT

Inspirada nas tramas do linho, a Craft imprime à superfície dos porcelanatos uma estética simples e refinada. As texturas dos tecidos aliam beleza e conforto com a resistência da cerâmica. As tonalidades Off White e Olive são as apostas das próximas estações.

Formato: 120×240 cm

CRAFT WOODS 

A ideia aqui foi trazer, através do efeito aquarelado, a natureza para a decoração. São várias paisagens impressas no porcelanato.

Formato: 120×240 cm

DARK NOIR 

A elegância da pedra Sahara Noir, um dos mármores mais nobres da natureza, serviu de inspiração para o porcelanato Dark Noir. O grafismo delicado dos seus ricos veios brancos sobre a base “total black” formam uma perfeita harmonia cromática. Além do acabamento polido alto brilho, a coleção traz o polido acetinado que deixa o porcelanato com aspecto matte.

Formatos: 120×240 cm e 120×120 cm

LACA 

A Laca, um material que é muito utilizado nos mobiliários orientais, é uma das maiores apostas da Decortiles. Com um ar minimalista, mas com bastante textura, as peças trazem o efeito arranhado do tempo, como se estivesse gasto, tirando assim a superfície brilhante da laca e a tornando fosca.

Formato: 90×90 cm

HAUS 

Inspirada nos decks, Haus ganha desenhos das corrosões marítimas causadas pelo tempo. Na peça, a essência do concreto em sua forma mais pura e original faz uma nova leitura do cimento que combina a funcionalidade dos porcelanatos de alto desempenho e a tecnologia de impressão digital.

Formato: 60×120 cm

NEOLIMESTONE

A pedra Limestone, um clássico da decoração, leva delicadeza e naturalidade aos porcelanatos da coleção Neolimestone. Com grafismo discreto e minimalista, faz belos contrastes com todos os tipos de materiais.

Formato: 59×118,2 cm

NEOBRICK 

O Neobrick traz uma versão totalmente contemporânea para a famosa parede de tijolinhos. Adoramos a paleta de cores marcada pelo cinza e os toques artesanais que as peças tem.

Formato: 10×20 cm

URBANWOODS 

A fusão da madeira de demolição com o concreto aparente inspirou a coleção Urbanwood que é marcada por uma grande variação gráfica com mais de 50 diferentes ripas repletas de texturas e efeitos cromáticos.

Formato: 19×118,2 cm

(Fotos: Divulgação)

Tatiana Hofstadler arma exposição de arte abstrata no Clube Hebraica

Tatiana Hofstadler está em cartaz na galeria do Clube Hebraica, em São Paulo, com sua exposição Aquintessência. Com curadoria de Olívio Guedes, a mostra reúne o trabalho abstrato da artista plástica em obras que representam ar, água, terra e fogo. As telas são reflexos do que Tatiana viu em suas andanças pelo mundo – ela já morou na Áustria, Estados Unidos, Índia e Japão. Dá uma olhas nas fotos e que separamos e que servem de inspiração para os fãs deste trabalho que estão reformando a casa:

SERVIÇO:

Exposição Aquintessência
Local: Clube Hebraica
Endereço: Rua Hungria, 1000
Data: até dia 12 de setembro de 2017

Você já parou para prestar atenção na quantidade de sal que consome?

Você já parou para prestar atenção na quantidade de sal que consome? Pode ter certeza que é muito mais do que imagina. O sal que ingerimos não é somente aquele que adicionamos na salada ou usamos para cozinhar. Assim como o açúcar, ele vem escondido em diversos alimentos.

A indústria não usa o componente somente para salgar, ele serve também para preservar e realçar o sabor da comida, inclusive em produtos doces como bolachas, bolos, cereais matinais, barrinhas de cereal, produtos em pó e refrigerantes. Com todas essas inserções, é difícil não ultrapassar a quantidade recomendada para a saúde.

De acordo com as diretrizes de cardiologia, o ideal é consumir, no máximo, 6g por dia. No Brasil, a média é de 12g por dia, o dobro recomendado (sem contar com a quantidade encontrada nos produtos industrializados). O excesso deste componente prejudica a saúde cardiovascular, promovendo o desenvolvimento de doenças como a hipertensão arterial. Há também prejuízos estéticos como a retenção de líquido, inchaço e celulite.

O primeiro passo para diminuir o excesso de sal na sua alimentação é reduzir o consumo de ultraprocessados, dando prioridade para uma dieta mais natural. Isso não é nenhuma grande novidade, certo? Mas é o que realmente funciona.

É preciso tomar cuidado com as enganações. Hoje em dia, muitos produtos têm o apelo de serem saudáveis, porém, quando você olha o rótulo, a realidade é totalmente outra. As barrinhas de cereais são um exemplo. Elas são queridinhas por quem faz dieta, mas possuem muito sódio, tornando-as uma péssima opção. Produtos com mais do que 400mg de sódio por 100g não são tão saudáveis assim. Isso acontece até mesmo com alimentos doces.

Tente cozinhar mais, levar marmita – hoje está até em alta rs – e controlar a quantidade de sal que você coloca na sua comida. Se for usá-lo, combine o componente com temperos naturais como a cebola, alho, ervas, curry, pimenta, etc. A ideia não é comer comida sem graça!

Até a próxima,

Karina

Drª Karina Al Assal é nutricionista graduada pelo Centro Universitário São Camilo, especialista em nutrição clínica pelo Hospital Sírio Libanês, especialista em nutrição clínica funcional pelo Instituto Valéria Paschoal e mestranda em nutrição e cirurgia metabólica do aparelho digestivo pela Faculdade de Medicina de São Paulo.

Veja também: Descubra qual o melhor óleo para usar na cozinha

E mais: Germinação de grãos para agregar valor nutricional à dieta